15 de fev de 2011

Professor de filosofia escreve sobre Pink Floyd "12/05/2010 "


PublishNews - 12/05/2010 - Redação
Professor de filosofia conta como a música do Pink Floyd transformou a banda em uma das mais influentes de todos os tempo


Qual a relação entre o poder da grande arte e a loucura? Será que as drogas psicodélicas deveriam nos fazer duvidar das evidências de nossos sentidos? Como a força, o sadismo e a conformidade transformaram a educação em controle da mente? Será que uma banda de rock é capaz de manter sua identidade quando seus integrantes são trocados? Talvez as respostas sejam encontradas em Pink Floyd e a filosofia (Madras, 336 pp., R$ 44,90 - Trad. Getulio Schanoski Jr.), que conta como a música do grupo transformou a banda de rock em uma das mais influentes e bem-aceitas de todos os tempos. O autor do livro é George A. Reisch, que ensina filosofia na Universidade Northwestern e é autor de How the Cold War Transformed Philosophy of Silence (2005). O livro pretende aumentar ainda mais a admiração dos fãs por essa banda, além de oferecer uma argumentação para aqueles que não acreditam que Roger Waters pertence ao cânone filosófico, ao lado de figuras da importância de Friedrich Nietzsche.
 
Matéria exibida em 2010.