7 de ago de 2008

Tudo sobre Pink Floyd


A história do Pink Floyd começou em 1966 quando três estudantes da Escola Politécnica de Arquitetura de Londres formaram o Sigma-6. Roger Waters, Rick Wright e Nick Mason, começam a compor e a se desenvolver musicalmente com a entrada de Syd Barret, que havia estudado com Waters na Cambridge High School, junto com David Gilmour, que mais tarde viria a fazer parte da banda.


Syd Barrett também foi o responsável pelo nome da banda, que logo que entrou sugeriu a mudança de nome de Sigma-6 para The Pink Floyd Sound, em homenagem aos músicos de blues Pink Anderson e Floyd Council. Depois que lançaram o primeiro álbum, eles decidem adotar apenas The Pink Floyd, que também acabou simplificado para Pink Floyd alguns álbuns depois.


O primeiro álbum é lançado em 1967 pela EMI. Intitulado "Piper at Gates of Dawn" o álbum teve aceitação quase que imediata da crítica especializada e público, sendo considerado por muitos, o precursor de um estilo de música que passou a ser conhecido como Rock Progressivo.


Em 1968, os fãs da banda recebem uma triste notícia. Syd Barret abandona o Pink Floyd por falta de condições mentais devido ao uso excessivo de LSD. Syd não tinha mais condições de tocar e cantar.


Para o lugar de Syd, Roger Waters convida o amigo David Gilmour, que passa a integrar a banda e participa na composição do segundo álbum intitulado "Saucerful of Secrets". O grande destaque do álbum é a faixa "Jugband Blues", composta por Syd Barrett.


A partir daí, as composições da banda ficaram sob responsabilidade de Waters e Gilmour, que desempenharam um excelente trabalho lançando uma seqüência de bons discos e trilhas sonoras de dois filmes.


Com o lançamento de "Dark Side of the Moon",em 1973, a banda se consagrou mundialmente, superando a marca de 28 milhões de cópias vendidas em todo planeta. Atualmente, quase 20 anos depois, o álbum continua vendendo uma média de 1 milhão de cópias por ano.


"Wish You Were Here", chegou às lojas em 1975 sem ter grande impacto no lançamento. Em 1977, é lançado "Animals" que marca o início de um predomínio de Roger Waters sobre os outros músicos. O disco é baseado na obra de George Orwell "A Revolução dos Bichos" que retrata as contradições e injustiças da sociedade capitalista.


Em 1979, o Pink Floyd lança mais um grande sucesso, "The Wall". O álbum permaneceu na lista dos mais vendidos durante 14 anos e deu origem a um filme homonimo lançado em 1982. O filme foi protagonizado por Bob Geldof, escrito por Waters e realizado por Alan Parker, além de conter animações criadas por Gerald Scarfe, notável cartoonista britânico e colaborador de longa data dos Pink Floyd. Com a criação do filme, assistiu-se à deterioração da relação Waters/Gilmour devido ao monopólio exercido por Waters na banda. Com isso, Gilmour decide abandonar a banda dá uma parada ficando quatro anos sem laçar nenhum disco.


O próximo lançamento da banda é o álbum "The Final Cut", lançado em 1983. Nessa época, Waters havia despedido Rick Wright e criado todo o conceito e as músicas, além de ter gravado os vocais. O álbum na realidade deveria ser um trabalho solo, mas a gravadora achou que seria mais lucrativo lançá-lo sob a marca "Pink Floyd".


Em 1986, Roger Waters anuncia o fim do Pink Floyd devido as constantes brigas entre os integrantes da banda. A partir daí começa uma longa batalha judicial entre os advogados de Roger Waters e David Gilmour pela posse do nome do grupo. Gilmour venceu a luta e Rick Wright volta à banda em 1987.


Ainda em 1987, eles lançam "A Momentary Lapse Of Reason" que foi premiadíssimo e trouxe de volta os velhos fãs da banda. Com excelente aceitação de público e mídia a banda volta a fazer shows pelo mundo abusando da pirotecnia e da mais alta tecnologia, tanto no som, como no visual do palco.


Outro grande sucesso da banda é lançado em 1994. Intitulado "The Divison Bell", o álbum tem grande aceitação e traz um excelente retorno comercial ao Pink Floyd. Em 1995, eles lançam "Pulse", um álbum duplo, ao vivo, que continha os maiores sucessos de toda a carreira da banda.


Em 2001, a coletânea dupla "Echoes" é lançada trazendo os maiores sucessos do grupo e dois anos depois, uma nova versão de "The Dark Side of The Moon" é editada em formato digital 5.1, comemorando 30 anos da data de lançamento original do clássico. No mesmo ano, os fãs do grupo ganharam uma versão do disco em DVD trazendo a história da criação do álbum de 1973, através de entrevistas com os quatro membros da banda. A compilação reúne ainda imagens raras de arquivo e algumas surpresas.


Em 2004, a banda decide relançar "Final Cut", trazendo além das 13 faixas originais, a inédita "When The Tigers Broke Free".


Em 2005, a banda se apresentou no Live 8 no Hyde Park em Londres, um já tradicional evento beneficente que une diversas estrelas da música e idealizado e organizado por Bob Geldof. Reuniram-se Roger Waters, David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright. Foi o primeiro concerto com os quatro membros em 24 anos, cuja última oportunidade com Waters havia acontecido no Earls Court em Londres em 1981.


O ano de 2006 é marcado pelo falecimento do fundador, ex-guitarrista e vocal Syd Barrett de causa não revelada. Barrett, então com 60 anos, sofria de diabetes há muito tempo.